SaeR - Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco

1º Semestre de 2003

TEMAS ABORDADOS:

  • A articulação das crises nas divisões dos semestres 
  • Crises, singularidade e precedentes
  1. OS PADRÕES DA CRISE: DA TERCEIRA DÉCADA DO SÉCULO XX À PRIMEIRA DÉCADA DO SÉCULO XXI 
    1. A relevância dos sistemas culturais na dinâmica da crise actual
      • O diagrama das interrelações dos sistemas culturais
      • O padrão cultural ocidental como estrutura de normalidade 
      • A hipótese da convergência até ao Estado homogéneo universal
    2. A violência de querer tornar o Outro igual a si
      • Da violência mimética ao ressentimento: as diferenças irredutíveis
      • A assimetria estratégica das entidades, das armas e dos objectivos em confronto 
      • A oportunidade do ressentimento terrorista 
      • A dinâmica da crise
    3. A realidade da crise
      • A crise existe ou é uma ilusão de óptica? 
      • A noção de crise 
      • A crise existe, é rejeitada e expande-se 
      • A disputa de modelos para interpretar a dinâmica da crise 
      • Produção de teorias e produção de políticas
    4. A crise do sistema internacional na perspectiva europeia
      • As diferenças entre duas crises do sistema de relações internacionais
      1. Velocidade, mobilidade e densidade das redes de relações: a gestão da escala
        • A natureza da globalização competitiva
        • As fases de maturação 
        • Posição dominante, questões estratégicas e resolução  
        • A globalização competitiva não tem centro
      2. Três dimensões da globalização e a estruturação do poder na escala mundial
        • Natureza da globalização competitiva e natureza do poder que lhe está associado
        • A noção tradicional de centro hegemónico e a singularidade da globalização competitiva 
        • Ideologias e globalização competitiva como configuradores de ordem mundial
      3. A maturação dos processos de crescimento na área cultural europeia
        • Sociedades em maturação e descontinuidade das expectativas
        • O ciclo de expansão-maturação e as relações de poder 
        • Grupos corporativos e grupos culturais
      4. A questão judaica, uma vez mais
      5. A questão islâmica e a memória do século XI
        • As divisões religiosas no islamismo
        • O papel de Israel na mutação do islamismo 
        • A nova relevância do islamismo
      6. Da assimetria reflexiva à assimetria estratégica
    5. A mudança de configuração no sistema de relações internacionais
      • As relações perversas dos agentes políticos com os sinais de crise
      • A crise como produto natural da evolução das sociedades
      • A crise da ordem mundial como crise dos Estados nacionais e das democracias europeias 
      • As condições da eficácia política 
      • A configuração do poder nacional no contexto de uma crise da ordem mundial 
      • A crise da ordem mundial como crise de padrões culturais
    6. Conclusão: um ponto numa linha de tendência
  2. OS ACONTECIMENTOS NO SISTEMA INTERNACIONAL
    1. A invasão do Iraque: o jogo dos pretextos
    2. A continuidade estrutural da política externa americana
      • O cálculo árabe do risco
      • As implicações da doutrina Clinton-Bush 
      • A estratégia americana entre a globalização modernizadora e a regressão do fundamentalismo
    3. Europa: as divisões radicais
      • A interpretação dos interesses vitais na Europa e nos Estados Unidos
      • A anomalia da invocação de princípios formais e ideais na política internacional
    4. Rússia: a plataforma estratégica com maior mobilidade conjuntural
      • O estatuto de parceiro necessário para todos os padrões estratégicos
    5. A novidade estratégica: a função da Ásia
      • Os vectores geradores de mudança
      • O peso do Oriente e a Ásia Islâmica
    6. Grupos terroristas islâmicos: o efeito perverso da ofensiva
      • A motivação estrutural da Seita dos Assassinos
      • Efeitos desejados e efeitos perversos 
  3. SISTEMA DE RELAÇÕES ESTRATÉGICAS NA POLÍTICA PORTUGUESA 
    Crises normais e crises anómalas
    1. O silêncio da política
      • Primeira questão central: ignorância ou tolerância
      • Segunda questão central: a origem do silêncio da política 
      • Terceira questão central: a distorção dos dispositivos democráticos
    2. O abuso do poder
      • O ónus da denúncia no abuso do poder
      • O outro silêncio da política
    3. A disjunção entre a política e a sociedade
    4. As matrizes institucional e política no primeiro semestre de 2003
      • A disjunção dentro do sistema político
      • O efeito revelador e detonador do sistema judicial
      • A matriz institucional
      • A matriz política
  4. SISTEMA DE POSSIBILIDADES E PREVISÕES
Subscrever Publicação

Para subscrever a publicação "Tendências e Prospectiva", poderá utilizar o formulário abaixo, devendo especificar todos os pontos solicitados.

 (*)
 
 
(*)
 
 
 
(*)
(*)
Instruções de Pagamento:
Cheque em nome da SaeR Lda. ; Por transferência bancária para: Banco Espírito Santo Largo Comandante Augusto Madureira. Miraflores 1495-012 Algés Conta nº 0007 / 0036 / 0001575 / 0001 / 26 ; Vale do Correio
(*)
 (*)
Autoriza a SaeR e as suas participadas a utilizarem os dados constantes desta ficha, para posterior promoção dos seus produtos e serviços? (*)

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.
Consulte a nossa política de privacidade de dados.

Notícias

Clube SaeR

Aceda aos conteúdos exclusivos e receba regularmente a newsletter SaeR directamente na sua caixa de e-mail.

Contactos

Rua Luciano Cordeiro, 123 4º Esq.
1050-139 Lisboa
Portugal

Tel: +351 213 030 830
Fax: +351 213 030 839
E-mail: saer@saer.pt