SaeR - Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco

RT SaeR Dezembro 2015

Editorial

O que Fica

Sociedades de garantia e ordem mundial na globalização

Depois da crise das bolhas especulativas e dos derivados nos mercados financeiros, da crise das dívidas públicas e das assimetrias geradas na Europa pelo efeito da moeda única, surge agora a crise dos refugiados arrastados pela conflitualidade do islamismo – sem que qualquer das crises anteriores tivesse encontrado uma resolução satisfatória ou estivesse contida, de modo a garantir que não surgissem novos episódios desses mesmos tipos de crises.

Análise de Conjuntura

2016: Tendências para o novo ano

Do ponto de vista internacional persistem algumas condições favoráveis que poderão permitir que as contas externas não derrapem para saldos negativos, por causa de uma procura interna mais reforçada (ou perda de competitividade): os níveis do preço do petróleo não deverão aumentar (a Arábia Saudita precisa vender a sua matéria-prima face às revoluções energéticas do shale oil norte-americano e das energias renováveis, como o solar e a eólica, e há ainda que atender à chegada ao mercado do petróleo iraniano), a economia espanhola deverá continuar a crescer a bom ritmo (cerca de 1% acima da média da zona euro), a posição de Portugal enquanto “porto de abrigo” ao nível do turismo e de residência, numa Europa conturbada (uma oportunidade a aproveitar), e as taxas de juro que deverão permanecer a níveis historicamente baixos.

Tema de Fundo

A Diversificação de opções de financiamento: A chave para o sucesso económico a longo prazo

Uma boa gestão de riscos das opções de financiamento implica a implantação de uma estratégia de relação (informação e comunicação) junto dos atuais e potenciais (o mercado) investidores, para além da concretização posterior da diversificação das fontes de financiamento. Cientes desta realidade, e uma vez que o acesso ao crédito bancário é cada vez mais escasso, as empresas que tenham um conhecimento de maior profundidade do mercado irão possuir uma vantagem competitiva significativa, porque não só terão necessidades de refinanciamento menores (parte de seu financiamento vem diretamente dos mercados financeiros), mas também porque será mais fácil para estas levantar fundos num mercado que já as conhece.

Geopolítica e Prospetiva

Cabo Verde e a economia do mar

A economia de Cabo Verde não é só Turismo de Sol e Praia. A geografia coloca o arquipélago de Cabo Verde numa posição de charneira entre o Atlântico norte e o Atlântico sul. Junto ao arquipélago cruzam-se inúmeras rotas marítimas que efetuam a ligação entre África, as Américas e a Europa, com todas as oportunidades que se abrem ao nível logístico, reabastecimento, transbordo, manutenção ou reparação dos navios, bem como escalas turísticas ou apoios de segurança contra ameaças. Também a navegação de recreio poderá aproveitar uma maior aposta de Cabo Verde, fruto da “rota vélica”, com ventos a favor, que liga a Europa às Caraíbas ou Brasil.
Relatório Trimestral SaeR

Para adquirir o Relatório SaeR, por favor utilize o formulário abaixo:

 (*)
 
 
 
(*)
 
 
(*)
Instruções de Pagamento:
Cheque em nome da SaeR Lda. / Transf.Bancária - [BES] NIB:0007 0036 0001575 0001 26
(*)
 (*)

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.
Consulte a nossa política de privacidade de dados.