SaeR - Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco

Ernâni Lopes defende revisão das regras de supervisão do BCE


Com a entrada de mais países para a zona euro, de 13 para 15, os respectivos bancos centrais «perderam o essencial das suas funções de supervisão», disse o sócio gerente da Sociedade de Avaliação e Empresas de Risco na apresentação do relatório de Dezembro da Saer, em Lisboa.
 
«É indispensável, em sistemas financeiros muito complexos, que os mecanismos de supervisão sejam aprofundados e não apenas melhorados», disse Ernâni Lopes.
 
A política monetária actual exige que os bancos centrais se especializem na supervisão, aquela que «é a sua grande função», acrescentou.
 
O economista descartou ainda qualquer descida nos impostos em 2008, reportando-se ao IVA - Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA).
 
No próximo ano, a política orçamental vai manter o seu rigor para prosseguir «o processo de consolidação das constas pública», previsto no Pacto de Estabilidade e Crescimento (PEC), igual ou inferior a 3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).
 
Além disso, Ernâni Lopes considerou que o Governo não deverá «mexer muito» na Administração Pública, cortando no lado da despesa, uma vez que «está a dois anos do final da legislatura», salientou.
 
Diário Digital / Lusa
07-01-2008

Notícias

Clube SaeR

Aceda aos conteúdos exclusivos e receba regularmente a newsletter SaeR directamente na sua caixa de e-mail.

Contactos

Rua Luciano Cordeiro, 123 4º Esq.
1050-139 Lisboa
Portugal

Tel: +351 213 030 830
Fax: +351 213 030 839
E-mail: saer@saer.pt