SaeR - Sociedade de Avaliação de Empresas e Risco

RT SaeR Setembro/Novembro 2014

Editorial

O que Fica

A inevitável fragmentação da ordem mundial estabelecida

As sociedades maduras aparecem ameaçadas por uma perda de crescimento económico que, conjugado com a alteração do seu perfil demográfico, põe em causa o financiamento das políticas públicas concebidas e legisladas para um potencial de crescimento e um padrão demográfico muito diferente dos atuais. A instabilidade não será resolvida sem sucessivas crises, no sentido em que esta instabilidade tem a sua origem no enfraquecimento do centro hegemónico e das potências dominantes. Isto, porque se alterou o campo de manobra destas sociedades, primeiro por efeito das ameaças internas e, depois, por efeito das ameaças desencadeadas e estimuladas quando outras potências compreendem que há uma diminuição do poder dominante - e não deixam de aproveitar a oportunidade de aumentar o seu poder relativo.

Análise de Conjuntura

A incerteza geopolítica e perspetivas para uma economia global

A evolução económica conjuntural de Portugal deverá revelar-se consistente com a evolução económica da zona euro. Os indicadores de conjuntura do Banco de Portugal parecem apontar para uma certa desaceleração da atividade económica e para que o ritmo de crescimento das importações de bens tenda a crescer a um nível superior ao das exportações. O agravamento da taxa de cobertura não é inesperado. Reflete que o choque imposto à economia portuguesa no quadro do Programa de Ajustamento conteve as importações enquanto a procura interna esteve contraída e, caso se acentue, significará que o referido Programa não parece ter-se traduzido numa alteração estrutural do tecido produtivo.

Turismo

Capitalizar no potencial do Turismo em Portugal

É unânime que o Turismo é um dos setores-chave do desenvolvimento e do crescimento da economia nacional, sendo necessário confirmar a consolidação e afirmação sustentada a nível mundial, num mercado cada vez mais global, exigente e composto por segmentos cada vez mais atomizados. Tendo em consideração toda uma nova geração de turistas, é crucial continuar a perceber como será possível reforçar a atratividade e competitividade do destino Portugal e das suas regiões através da integração e do alinhamento dos diversos componentes do Cluster do Turismo e do reforço das atividades económicas direta e indiretamente ligadas a esta "constelação" do Turismo. O momento é crítico, como os desafios do período pós-Troika e as oportunidades geradas pela nova onda de fundos estruturais. O pacote que a UE disponibiliza até 2020 poderá ser mesma a última oportunidade para se pensar estrategicamente e atuar decisivamente no Turismo em Portugal.

Cidades e Desenvolvimento

Sobre-endividamento de famílias e empresas: poder local pode dar resposta sustentável

O sobre-endividamento afeta milhares de pessoas em Portugal, tornando-se necessária uma resposta mais forte e concertada. É urgente que as entidades que tenham por responsabilidade o desenvolvimento económico e social, como é o caso das autarquias, das comunidades intermunicipais e das associações municipais, assumam esse papel e adotem medidas para a criação de Unidade de Apoio ao Sobre-endividamento (UAS). Além do apoio a munícipes com problemas de sobre-endividamento, as UAS assegurariam a formação da população geral, numa ótica preventiva. A viabilidade económica e financeira destas unidades seria assegurada pelo processamento e encaminhamento de processos judiciais para entidades especializadas, obtendo remuneração pela prestação desse serviço, bem como pela adesão à Rede de Apoio ao Consumidor Endividado (RACE) cujos integrantes, através de dotações do Fundo do Consumidor, disponibilizam gratuitamente serviços de resolução de processos viáveis por via extrajudicial.

Relatório Trimestral SaeR

Para adquirir o Relatório SaeR, por favor utilize o formulário abaixo:

 (*)
 
 
 
(*)
 
 
(*)
(*)
 (*)

Os campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.
Consulte a nossa política de privacidade de dados.

Notícias

Clube SaeR

Aceda aos conteúdos exclusivos e receba regularmente a newsletter SaeR directamente na sua caixa de e-mail.

Contactos

Rua Luciano Cordeiro, 123 4º Esq.
1050-139 Lisboa
Portugal

Tel: +351 213 030 830
Fax: +351 213 030 839
E-mail: saer@saer.pt